O galo Miligallo. Contos com valores

Contos para ler às crianças sobre a igualdade e a tolerância

Antonio de Benito Escritor03 de maio de 2017

O galo Miligallo é um belo conto de Antonio de Benito, um conto com valores para ensinar às crianças a respeitar as diferenças dos outros.

A diversidade existe e aprender a respeitá-las é fundamental desde a infância, esta é a mensagem de tolerância que nos transmite este conto para crianças.

Conto com valores: o galo Miligallo

Ao entardecer, a fazenda muda de cor: âmbar dourado da palha tem um sonho, sonolento o galinheiro inteiro. Os cavalos, burros, ovelhas, porcos… fazem um buraco no marrom bebedouro para beber um gole de água e deitar-se em seguida.

Dormem em pé, mas, como todos, sonham sonhos. Os cor-de-rosa porcos recolhem aos leitões, lhes lavam os dentes antes de dormir, enroscados seu rabinho entre as suas ilusões. E os coelhos, as cabanas; o cão já está entrando na sua tenda; as vacas e os touros, bezerros e novilhas esperam o último canto que lhes permitiu, em seus beliches. E, por fim, às nove e meia começa a cantar o galo Miligallo. Ouve-Se um poderoso kikirikiií e todos, menos um, já vão dormir.

De tanto cantar o galo e ordenar dormir a todos, o galo Miligallo foi revelado.

Sempre se perguntou… Por que não dormem os astros e piscam no alto? Será que Seremos todos iguais? Será que teremos as mesmas oportunidades? O galo vai descobrir, a noite é bela, oh, cestas!

Sendo apenas um pintainho, Miligallo já sonhava em sair de noite, solta, sem ninguém que lhe agobiara. As estrelas e a lua, o firmamento assinado de luzes tão diminutas acariciaram suas penas e o momento havia chegado.

A fazenda já descansou: em seus clubes, as galinhas; e o jumento, que roncava com uma dor frequente. O cão sonhava inquieto com umas travessas de pulgas que lhe picaban em sonhos e lhe saíam brilhantes verrugas. E a vaca, com sua toro, rodeada de bezerros, o seu mais belo tesouro, muito mais do que o dinheiro.

E o coelho e a coelha, estão à espreita, como um velho e uma velha, seus gazapos dormem na hutch.

Miligallo, de um salto, se eleva até a cerca. De lá, o mais alto, divisa da fazenda calma e dedica-lhes um suave canto: “dormi agora, pequenos animais, também fazendeiro e ela, eu vou dando saltos, à procura de novas aventuras”.

Algumas luzes ao longe, a Miligallo brilham… o Que será aquele carro tão velho?

¡¡¡O caminhão de lixo!!! É tão grande… e tanta comida restante…

Será que Seremos todos iguais perante a comida ou a fome?

Seguiu a pé Miligallo e um semáforo encontrou. Vermelho é a crista do galo, amarelo é a sua penugem verde da grama de maio como da que eu como.

Cruzando o passo de zebra tropeçou contra um policial, que lhe disse com cautela: Toma cuidado, galo, que algum louco do volante, não trava nem toca o apito e levá-lo por diante.

O galo perguntou: será que Seremos todos iguais diante de um volante?

E Miligallo, cansado, sentou-se em cima de um banco e viu uns pés a seu lado e uma carinha de espanto.

– O que há aqui você deitado? –perguntou o galo intrigado.

– Minha cama é esta madeira; meus cobertores, jornais; meu travesseiro, a lua cheia.

Miligallo, então, pensou: será que Seremos todos iguais se alguns dormimos na casa e outros nos parques?

Então isso é a noite? Pessoas que trabalham duro, homens que forçam os carros, pessoas passando dificuldades, dormindo sobre os bancos, que estão frios e duros.

E com gesto contrariado o galo voltou para a sua casa; as seis já haviam dado no relógio da praça.

¡¡¡Kikirikí kikíiii! A fazenda acordava, o jumento com lenço sua gosier de língua cuidava, com tisana de alecrim, maravilhosa.

O cavalo, cereais; os leitões, lechecita; já lhes muda as fraldas sua mãe, a leitoa.

Pediu suco de laranja a coelha ao agricultor e serviu a toda a fazenda vitamina C no pote.

E a tomada da refeição, o galo chamou a assembleia –que não é nenhuma galinha–, mas uma nova reunião de todos os animais que habitam a fazenda bela.

– Queridos animais, apenas uma reflexão para fazer um mundo melhor: será que Somos todos iguais, touros ou vacas, cabras ou cães, leitões ou cerdas, gazapos ou coelhas, galinhas ou galos?

E todos ficaram pensando sobre a pergunta de Miligallo. A resposta a temos em nossas mãos.

Os valores mais básicos da educação de crianças

Promovido

Dicas para economizar na compra de fraldas para bebês e crianças

  1. Capa
  2. Lazer
  3. Contos infantis
  4. O galo Miligallo. Contos com valores

Relacionados

SexualidadeEducaçãoEducaçãoBiscoitos e cupcakesContos para criançasPoesíasgallo galo miligallo contos valores contos com valores de diferenças respeito

0 Comentários

×

Responsável ” Polegar Meios S. L. N. E

Objectivo ” Gerir os comentários ou Registro na web

Legitimação ” Consentimento do titular dos dados

Direitos ” Tem o direito de aceder, rectificar e cancelar os dados, bem como outros direitos, como se explica a informações adicionais

Informações adicionais “, você Pode consultar a informação adicional e mais detalhada sobre a Protecção de Dados Pessoais na Política de Privacidade e Aviso Legal https://www.guiainfantil.com

O mais visitado

AlimentaçãoBebêsSaúdeLazer

Boletim informativo Semanal GuiaInfantil.com

Receba nossas novidades em seu e-mail

×

Responsável ” Polegar Meios S. L. N. E

Objectivo ” Gerir os comentários ou Registro na web

Legitimação ” Consentimento do titular dos dados

Direitos ” Tem o direito de aceder, rectificar e cancelar os dados, bem como outros direitos, como se explica a informações adicionais

Informações adicionais “, você Pode consultar a informação adicional e mais detalhada sobre a Protecção de Dados Pessoais na Política de Privacidade e Aviso Legal https://www.guiainfantil.com

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, elaborar informação estatística e para a veiculação de publicidade personalizada. Se você continuar a navegar ou fechar a mensagem, entendemos que você está aceitando. Você pode alterar as configurações na nossa Política de Cookies

GuiaInfantil.com é o site líder em audiência na categoria ” Família e Estilo de Vida, com 14 milhões de visitantes por mês.

Polegar Meios S.L. © 2000-2018. Todos os direitos reservados.

Made with by 360audience

Leave a Reply