O parto

Sintomas de parto. Contrações, dilatação e expulsão

Guiainfantil.com 13 de dezembro de 2017

O parto normal ou vaginal é um processo fisiológico que anuncia o nascimento de um bebê. O seu desenvolvimento é um processo previsível, algumas etapas que marcam tempos que há que respeitar, e precisa de alguns cuidados necessários para as futuras mamães. O trabalho de parto é uma das principais preocupações da mulher grávida, sobretudo, às principiantes, as que não passaram por esta experiência ainda.

Os sinais que podem indicar que você está de parto

Ser mãe é um trabalho que se aprende com a prática e a preparação para o parto é uma obra de informações que ajuda a ser mais tranquila e confiante quando chegar o momento. Embora não saiba nada sobre o processo e as etapas do parto, os cursos de preparação para o parto podem ajudar neste sentido. Também poderá conhecer os métodos de parto alternativos, e falar com o seu médico sobre o parto que lhe interessa ou o que, na realidade, você necessitará.

Não espere mais para chamar o seu médico, seja de dia ou de noite, quando:

– As contrações ocorrem a cada 5 ou 10 minutos.

– Quebre a placenta e saia um líquido de cor marrom esverdeado escuro com manchas.

– Notes manchas de sangramento vaginal.

– Você não pode andar nem falar durante as contrações.

– Notes algo de dilatação.

Duração do trabalho de parto

O processo de parto pode durar de 8 a 12 horas, embora existam exceções. Tudo depende do estado da mãe e do bebê. O trabalho de parto se inicia com as primeiras contrações provocadas pelo borramiento do colo uterino até que desaparece por completo. As contrações costumam ocorrer a cada 20 ou 30 minutos, e têm uma duração aproximada de 15 a 20 segundos cada uma.

Uma vez acabado o colo do útero, as contrações aumentam devido à dilatação progressiva do pescoço, que deverá apresentar uma abertura máxima de 10 cm, para que possa dar passagem ao bebê. Até que o bebê saia, esse processo geralmente leva cerca de 6 a 8 horas, dependendo se é ou não o primeiro parto da mãe.

As contrações do parto

Uma vez que você tenha iniciado o processo de dilatação do colo do útero, geralmente, é normal começar a sentir contracções suaves a cada 10 ou 15 minutos, com uma duração média de 20 segundos. Neste momento, a abertura de seu útero será de quase dois centímetros. As contrações continuam, e vão se intensificando. Costumam obedecer ao seguinte ritmo:

– Contrações a cada 5 minutos, com duração entre 30 e 40 segundos, dilatação de quase 5 cm.

– Contrações a cada 3 ou 4 minutos, com duração de 40 a 45 segundos, dilatação de cerca de 6 cm.

– Contrações a cada 2 ou 3 minutos, com duração de 45 a 50 segundos, expansão de 8 cm.

– Contrações a cada 1 ou 2 minutos, com duração de aproximadamente 1 minuto, expansão de quase 10 cm. Quando você chegar a este estágio, você terá pouco tempo entre uma contração e outra para recuperar. Você pode sentir uma sensação de calor, estiramento e ardor na vagina, acompanhada de sudorese em torno da boca.

A expulsão do bebê no parto

Quando o pescoço alcance os 10 cm de dilatação, inicia-se o processo de expulsão do bebê. As contrações se alejarán e serão apresentados a cada 2 ou 3 minutos. Certamente o médico, quando estiver preparada, te pedir que faças pujos para empurrar o bebê para fora. Nesta fase, a cabeça do bebê penetra no canal de parto e vai descendo até o períneo, realizando um movimento de rotação interna.

Quando o médico consiga ver 3 ou 4 cm da cabeça do recém-nascido, se procede, se necessário, a episiotomia (corte na zona do períneo na entrada da vagina) para facilitar a saída do bebê e evitar desgarres pelo esforço e a pressão do bebê. O médico pedirá que você continue empurrando seu bebé, uma vez que saia um ombro e depois o outro, o resto do corpo fica sem esforço por si mesmo. E nesse momento vai sentir dor, mas o sentimento de alívio será intensa e você poderá desfrutar da alegria, porque, o seu filho acabou de nascer! O parto termina com a expulsão da placenta.

Parto natural, tranquilo e sem medo

Promovido

Explicamos-Te como afetam os antibióticos a bebés e grávidas e cuidado que você deve ter na hora de consumi-los.

Sua semana de gravidez

  1. Capa
  2. Gravidez
  3. Parto
  4. O parto

Relacionados

PartoParto por cesarianaPartoPartoGravidezEmbarazoparto sintomas de parto: parto natural, cesariana parto quirúgico parto por cesariana peridural mulher parir, dar à luz nascimento do bebê

98 Comentários

×

Responsável ” Polegar Meios S. L. N. E

Objectivo ” Gerir os comentários ou Registro na web

Legitimação ” Consentimento do titular dos dados

Direitos ” Tem o direito de aceder, rectificar e cancelar os dados, bem como outros direitos, como se explica a informações adicionais

Informações adicionais “, você Pode consultar a informação adicional e mais detalhada sobre a Protecção de Dados Pessoais na Política de Privacidade e Aviso Legal https://www.guiainfantil.com

Veja mais

O mais visitado

AlimentaçãoLazerSaúdeBebês

Boletim informativo Semanal GuiaInfantil.com

Receba nossas novidades em seu e-mail

×

Responsável ” Polegar Meios S. L. N. E

Objectivo ” Gerir os comentários ou Registro na web

Legitimação ” Consentimento do titular dos dados

Direitos ” Tem o direito de aceder, rectificar e cancelar os dados, bem como outros direitos, como se explica a informações adicionais

Informações adicionais “, você Pode consultar a informação adicional e mais detalhada sobre a Protecção de Dados Pessoais na Política de Privacidade e Aviso Legal https://www.guiainfantil.com

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, elaborar informação estatística e para a veiculação de publicidade personalizada. Se você continuar a navegar ou fechar a mensagem, entendemos que você está aceitando. Você pode alterar as configurações na nossa Política de Cookies

GuiaInfantil.com é o site líder em audiência na categoria ” Família e Estilo de Vida, com 14 milhões de visitantes por mês.

Polegar Meios S.L. © 2000-2018. Todos os direitos reservados.

Made with by 360audience

Leave a Reply